Dicas práticas para economia de energia

LÂMPADAS

Como economizar energia usando alternativas

Iluminação de ambientes

Cores e disposições de moveis em ambientes influenciam sua iluminação;

Manter paredes, janelas, pisos e forros regularmente limpos é fundamental a limpeza coopera com o rendimento da luz e a luz artificial não é tão necessária;

Preferencialmente use a luz natural abrindo janelas, cortinas e persianas;

Mantenha luminárias e lâmpadas limpas para o melhor rendimento;

Use luminárias preferencialmente com refletores espelhados para dobrar o rendimento de luz;Luminárias fluorescentes fechadas e globos com fechamento de acrílico reduz a luz em torno de 30%.Mantenha o controle de cargas dos circuitos não excedendo o limite do condutor;Use lâmpadas compactas, LEDs, e fluorescentes;Lâmpadas e luminárias embutidas no teto, sanca de gesso e etc.  reduz o nível de lux do ambiente;

Individualize os circuitos de iluminação instalando sensores de presença e setorizado por ambientes;

Instrua os familiares e empregados a desligarem as lâmpadas e aparelhos eletrônicos de ambientes não ocupados;

Instale lâmpadas mais eficientes de maior durabilidade sempre considerando o custo beneficio;

TIPOS DE LÂMPADAS

1-    Incandescentes: são lâmpadas consideradas “quentes”, atualmente as mais usadas em iluminação residencial. A sua eficiência luminosa é muito baixa, 12lm/W. seu custo é baixo e sua vida útil é de 1000 horas aproximadamente.

Em locais freqüentados por muitas pessoas, seu uso deve ser analisado principalmente se o ambiente for climatizado a carga térmica exige mais potencia do condensador do ar condicionado, conseqüentemente gastando mais.

2-    Fluorescentes: utilizadas em ambientes industriais, comerciais e residenciais essa é de muito pouca utilização, sua instalação sempre é voltada nas áreas de cozinha, de serviços e sanitários. Existe resistência do uso em salas corredores e quartos. Sua eficiência luminosa é cinco vezes maior que as incandescentes, superam 70 lm/W. é considerada “fria”.

3-     Fluorescentes Compactas: são lâmpadas fluorescentes com tubos em “U” simples, duplo o triplo em função da sua potencia ou ainda em forma circular com reator eletrônico incorporado à rosca o mesmo tipo das incandescentes “E27”, embora o custo é superior ao da lâmpada incandescente o seu retorno é recompensado na sua vida útil que é de aproximadamente de 10000 horas, consome 20% do consumo da incandescente.

4-    Mistas: combina uma incandescente e um tubo de descarga com alta pressão. Funciona com tensão d 220 volts, sem reator. Emite cerca de 25l/W. possui vida útil de cerca de 6000 horas. É uma alternativa para substituição de incandescente de alta potencia.

5-    Halógenas: com 25% a 40% de redução no consumo em relação às incandescentes, também permitem uma perfeita reprodução de cores. São compactas e portanto adequadas à montagem de vitrines e à decoração em geral. Sua vida útil é de 2000 horas.

6-    Dicróicas: são uns aperfeiçoamentos das lâmpadas halógenas por terem um refletor capaz de concentrar o facho luminoso e ao mesmo tempo mandar para trás parte do calor emitido. Tem vida útil de 3000 horas. Embora o vidro na face anterior seja opcional nos produtos oferecidos no mercado, ele é altamente recomendado no caso de a lâmpada ser colocada em locais de permanência de pessoas, caso contrário pode causar queimaduras semelhantes às queimaduras solares além de desbotar superfícies, como papéis carpetes e tecidos.

Que tipo de lâmpada é mais econômico?

As fluorescentes, vendidas no mercado nos formatos tubular, circular e compacta.

O tipo mais eficiente depende do ambiente que se deseja iluminar. Locais que precisam mais de luz,como cozinha, garagens e áreas de serviços, as tubulares são mais adequadas. Já  as compactas, também encontradas em tom amarelo, são indicadas para quartos e salas.

Um estudo realizado pelo Instituto de Defesa do Consumidor (IDEC) revelou que as lâmpadas fluorescentes chegam a ser 79% mais econômicas e produzem 70% menos calor que as incandescentes.

Claudio Pereira – Blog Redes Elétricas

Anúncios

2 Responses to Dicas práticas para economia de energia

  1. milton disse:

    Olá ,boa noite Sr. Claudio;quero te perguntar se existe algum tipo de fio que pode ser instalado dentro de uma chaminé de churrasqueira,que não tem como passar por fora este fio que é para ligar um exaustor dentro da chaminé ,e é esta hélice que vai puxar a fumaça fica em cima na ponta do chaminé.

    • redeeletrica disse:

      Milton, os cabos condutores que poderão ser usados em ambientes com temperatura até 200°C existe no mercado é condutor de fios de cobre eletrolítico, tempera mole, encordoamento classe 4 de isolação de borracha de silicone vulcanizada para até 200°C

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: